As Ricas Horas do Duque de Berry

As Ricas Horas do Duque de Berry
As Ricas Horas do Duque de Berry. Produção dos irmãos Limbourg - séc. XV. Mês de outubro

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Mudanças para o Vestibular FUVEST 2012

As informações abaixo foram retiradas do portal G1 da Globo. No site da Fuvest (www.fuvest.br), oficialmente, ainda não foi divulgado nada.

Leiam e depois confiram na fonte:

USP aprova mudanças no vestibular da FUVEST


02/06/2011 13h52 - Atualizado em 02/06/2011 14h28 


Nota da primeira fase terá peso na nota final do candidato. 
A nota de corte vai aumentar e prova da segunda fase terá menos questões.

Do G1, em São Paulo
O Conselho de Graduação da Universidade de São Paulo (USP) aprovou nesta quinta-feira (2) um pacote com cinco mudanças no vestibular da Fuvest. Entre as principais alterações está a participação da nota da primeira fase com peso na nota final do candidato. As mudanças já valem para o vestibular de 2012, que terá a primeira fase no dia 27 de novembro e a segunda fase de 8 a 10 de janeiro do ano que vem.
VEJA AS MUDANÇAS NO VESTIBULAR DA FUVEST
Como eraComo passa a ser
1ª faseA nota servia apenas para classificar o candidato à 2ª faseA nota se soma às notas da 2ª fase na nota final do candidato
Nota de corte da 1ª faseMínimo de 22 pontosMínimo de 27 pontos
Prova do 2º dia da 2ª faseTinha 20 questões dissertativasTerá 16 questões dissertativas
Convocados para a 2ª fase3 candidatos por vaga2 a 3 candidatos por vaga
Mudar de carreiraNão era possívelPermitido aos candidatos que não foram convocados após a 3ª chamada
Bônus para alunos de escolas públicasAté 12%Até 15% dependendo de desempenho em provas no 2º e 3º anos do ensino médio
 A nota da primeira fase volta a ter peso na nota final do candidato. Em 2009, a primeira fase havia deixado de valer na nota final e servia apenas para classificar o candidato para a segunda fase. Outras mudanças são a redução do número de perguntas (de 20 para 16) da segunda prova da segunda fase do vestibular; o aumento da nota de corte da primeira fase de 22 para 27 pontos; a aprovação de dois a três estudantes por vaga com nota acima da mínima para a segunda fase - hoje são três candidatos; e a opção do vestibulando mudar de carreira caso não seja convocado após a terceira chamada.
As mudanças foram definidas em uma reunião do conselho. Uma entrevista coletiva será concedida ao final da reunião, ainda nesta quinta-feira. Representantes das 42 unidades da USP participam do conselho. As alterações foram elaboradas por um grupo de trabalho nomeado pela Pró-Reitoria de Graduação com base em avaliações dos últimos vestibulares e sugestões dos departamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário