As Ricas Horas do Duque de Berry

As Ricas Horas do Duque de Berry
As Ricas Horas do Duque de Berry. Produção dos irmãos Limbourg - séc. XV. Mês de novembro

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Roteiro de Estudo - Revisão ENEM 2014 - Parte IV


Terminando nossa revisão:

Competência de área 5 - Utilizar os conhecimentos históricos para compreender e valorizar os fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuação consciente do indivíduo na sociedade.
H21 - Identificar o papel dos meios de comunicação na construção da vida social.
H22 - Analisar as lutas sociais e conquistas obtidas no que se refere às mudanças nas
legislações ou nas políticas públicas.
H23 - Analisar a importância dos valores éticos na estruturação política das sociedades. H24 - Relacionar cidadania e democracia na organização das sociedades.
H25 Identificar estratégias que promovam formas de inclusão social. 

Q32 - Prova Azul - 2011 - Gabarito: E


A Lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, inclui no currículo dos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares a obrigatoriedade do ensino, sobre História e Cultura Afro-Brasileira e determina que o conteúdo programático incluirá o estudo da História da África e dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil, além de instituir, no calendário escolar, o dia 20 de novembro como data comemorativa do “Dia da Consciência Negra”.
Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 27 jul. 2010 (adaptado).

A referida lei representa um avanço não só para a educação nacional, mas também para a sociedade brasileira, porque

A) legitima o ensino das ciências humanas nas escolas. 
B) divulga conhecimentos para a população afro-brasileira. 
C) reforça a concepção etnocêntrica sobre a África e sua cultura.
D)garante aos afrodescendentes a igualdade no acesso à educação.
E) impulsiona o reconhecimento da pluralidade étnico-racial do país. 


A estruturação de uma sociedade com pleno exercício de sua cidadania implica em conceder espaços para todos os grupos étnico-raciais que a compõem, rompendo com os preconceitos e favorecendo a consolidação de uma visão plural e tolerante, a qual busca uma visão bastante consolidada sobre a diversidade da cultura brasileira e o papel de cada um de seus segmentos sociais, rompendo com os clichês e padrões elitistas que vem sendo impostos desde a colonização.


Competência de área 6 - Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem.
H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos.
H28 - Relacionar o uso das tecnologias com os impactos sócio-ambientais em diferentes contextos histórico-geográficos.
H29 - Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas.
H30 - Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas. 

Q37 - Prova Azul 2011 - Gabarito: B


No Estado de São Paulo, a mecanização da colheita da cana-de-açúcar tem sido induzida também pela legislação ambiental, que proíbe a realização de queimadas em áreas próximas aos centros urbanos. Na região de Ribeirão Preto, principal polo sucroalcooleiro do país, a mecanização da colheita já é realizada em 516 mil dos 1,3 milhão de hectares cultivados com cana-de-açúcar.

BALSADI, O. et al. Transformações Tecnológicas e a força de trabalho na agricultura brasileira no período de 1990-2000. Revista de economia agrícola. V. 49 (1), 2002.

O texto aborda duas questões, uma ambiental e outra socioeconômica, que integram o processo de modernização da produção canavieira. Em torno da associação entre elas, uma mudança decorrente desse processo é a
  1. A ) perda de nutrientes do solo devido à utilização constante de máquinas.
  2. B)   eficiência e racionalidade no plantio com maior produtividade na colheita.
  3. C ) ampliação da oferta de empregos nesse tipo de ambiente produtivo.
  4. D ) menor compactação do solo pelo uso de maquinário agrícola de porte.
  5. E)  poluição do ar pelo consumo de combustíveis fósseis pelas máquinas. 
O processo de mecanização da agricultura se ampliou com intensidade nos últimos 20 anos, fruto de mudanças no sistema das máquinas, que tem sentido os impactos da informatização, fato este que mudou a face do setor: cada vez mais são necessários trabalhadores com alta capacitação, já que as máquinas são dotadas de computadores de bordo e recursos técnicos que permitem ampla produtividade e uma redução significativa dos eventuais prejuízos durante a colheita, mas por outro lado, tal situação exclui o trabalhador desqualificado e muito provavelmente, levará a sua completa substituição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário