As Ricas Horas do Duque de Berry

As Ricas Horas do Duque de Berry
As Ricas Horas do Duque de Berry. Produção dos irmãos Limbourg - séc. XV. Mês de outubro

terça-feira, 11 de junho de 2013

Lançamento do Almanaque de História Online Editora

Caros leitores,

Acabou de sair para as bancas de jornal e para venda pela internet,  o Almanaque de História que eu escrevi com a Online Editora, tratando do programa cobrado pelos principais exames vestibulares e ENEM.

Pelo site, eis o link da Online: (http://loja.revistaonline.com.br/online/vitrines/detalhes/Detalhe40502.asp).

Na verdade, trata-se da 3ª edição de um trabalho que produzi em 2011(uma parceria do Cursinho da Poli e da Online Editora), que foi sendo burilado e ajustado em 2012 (2ª edição) e agora sai mais bem arrumado, com bons mapas e imagens, além do texto que percorre os conteúdos de História para o Ensino Médio, tanto em História do Brasil quanto em História Geral.

A ideia é trabalhar com os principais conteúdos, sempre de forma didática e bastante sintética, para ajudar quem precisa de uma revisão para uma prova ou até mesmo concurso que envolva a História.
Selecionei uma lista de exercícios  para ajudar na preparação dos candidatos para diferentes exames.

O preço de capa segue o padrão de publicações semelhantes e ficou em R$ 15,99, quer dizer, na prática pela extinção da moeda de R$ 0,01 centavo, são R$ 16,00.

Fica divulgado o lançamento e quem tiver interesse, por favor, não deixe de adquirir!!
Importante: além de História, a Online Editora já lançou outros Almanaques que foram feitos por colegas meus do Cursinho da Poli nas áreas de Ciências da Natureza, Matemática e Humanidades.

É só verificar o catálogo!


Bons e estudos e leitura !

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa leitura!! Já tive o meu (preciso providenciar um novo para autografo), foi muito útil para dar AQUELA revisada antes da segunda fase.

    E prof. agora bateu uma saudade das aulas recheadas de comentários tão pertinentes quanto "quer dizer, na prática pela extinção da moeda de R$ 0,01 centavo, são R$ 16,00." deu até para ouvir sua voz. ^^

    Bruno Freitas

    ResponderExcluir